> Tributo aos Poetas do CEUB
    Texto: Byron de Quevedo

Home   

Entre 1978 e o início dos anos 80 o CEUB, em Brasília, viu surgir novos agitadores culturais: músicos, poetas, atores, artistas plásticos, cantores, escritores etc. com uma linguagem nada formal para aqueles tempos. Todos já tinham suas produções individuais, mas os espaços e os meios para mostra-las eram escassos. Brasília era então a capital da oficialidade e da formalidade. Logo estes artistas juntaram-se para trocar idéias e fazer planos. Os pontos de encontro foram: primeiro, a faculdade, depois os bares, as praças e até os lares. O traço ideológico que a todos unia - a busca pela liberdade de expressão no país - acabou por gerar amizades e uma considerável produção artística.

A importância de grupos como os dos Poetas do CEUB, Grupo da Colina (na UnB) etc., na ocasião, foi terem sido os embriões de movimentos ainda mais relevantes como: Cuca, Cabeças e Grande Circular, surgidos em paralelo e/ou logo a seguir, desafiando a intolerância armada do poder oficial. Suas atuações cabem destaque, pelo fato de ter ampliado a visão de formadores de opinião envolvidos com a cultura do DF e do País.

Poetas

Gilberto Freire de Santana & Cia
 
 
Divina Maria Rodrigues
 
Cássia Portugal
 
Alcimar Fernandes
 
Daisy Bezerra
 
Edson Otero Silveira
 
Renato Russo
 
Tarcísio Ferreira
 
Cléber Lettieri
 
Leila Marcondes
 
Alisson Francisco da Costa
 
Clara Pinto
Clara Pinto
 
Byron de Quevedo
 

Fotos
Foto 1
Foto 2
Foto 3
Foto 4
Foto 5